Ana Leal – 16 Nov

Ana Leal – 16 Nov

Ana Leal – 16 Nov

|

    Ana Leal iniciou a sua carreira jornalística em 1987, na Antena 1 no Porto, seguindo-se a Rádio Comercial Norte, Rádio Comercial Lisboa, TVI e RTP.

    Actualmente é jornalista da TVI, da Grande Reportagem, onde já exerceu o cargo de Coordenadora do Departamento de Grande Reportagem e Investigação.

    Vencedora e distinguida com vários prémios nacionais e internacionais de jornalismo.

    TRABALHOS DE DESTAQUE NA RÁDIO COMERCIAL

    Na Rádio Comercial Norte, foi destacada pela Rádio Comercial Lisboa para fazer a cobertura da guerra na Bósnia, onde permaneceu durante dois meses (1992).

    Foi a primeira jornalista Portuguesa a chegar a Sarajevo, quando a guerra começou. Relatou em exclusivo o ambiente que se vivia nas ruas de Sarajevo: cadáveres amontoados pelas ruas, dominadas por snipers.

    Assistiu a bombardeamentos e tomada de Mostar. Esteve dada “ como desaparecida” durante três dias.

    Foi destacada para fazer cobertura da visita Pastoral de S.S. o Papa João Paulo II a Portugal ( 1991)

    Foi destacada para acompanhar visita oficial de Cavaco Silva( Primeiro-Ministro) a Israel ( 1992)

    Fez cobertura de viagem de Cavaco Silva ( Primeiro-Ministro) à Áustria ( 1990)

    Foi destacada para fazer cobertura da Presidência Aberta de Mário Soares a Coimbra (1990)

    Apresentou e realizou Grandes Reportagens para o programa de Informação “ Coisas Sérias” ( 1990/1991), onde se abordaram temas como “ Direitos das Mulheres”; “ Médicos Dentistas Brasileiros em Portugal-a polémica”; “ Aproveitamentos hidroeléctricos do Alto Minho”; “ Poluição dos Rios”; “ Minas do Pejão-que futuro?”

    Apresentou e editou serviços noticiosos da Rádio Comercial Lisboa ( 1993)

    Apresentou e editou serviço noticioso das 13h da Rádio Comercial Norte ( 1990/91)

    TRABALHOS DE DESTAQUE NA RTP

    Integrou equipa da Grande Reportagem( 1996/2000), coordenada por José Manuel Barata Feyo e Diana Andringa.

    Desse período, destaca as Grandes Reportagens:

    Inocência em Perigo” ( Premiada com o Prémio AMI-Jornalismo Contra a Indiferença, na sua primeira edição( levantamento em todo o território nacional, incluindo ilhas, sobre os maus tratos das crianças em Portugal, baseado no primeiro estudo ciêntifico sobre o tema);

    Investigação sobre “ Tráfico de rins”;

    Grande Reportagem sobre a “ Vida dos sem abrigo em Lisboa”;

    Grande Reportagem “ Admirável Mundo Novo” (sobre crianças que nunca tinham visto o mar, analfabetas, que não sabiam sequer quantos anos tinham)

    Na RTP, fez parte do Grupo Especial de Investigação História, entre 1998 e 1999, responsável pela série da RTP “Crónica do Século”.

    TRABALHOS DE DESTAQUE NA TVI

    Coordenadora do Programa de Grande Reportagem “ Repórter TVI”, na altura, um dos programas com maior audiência e mais premiado. (2003/2005)

    Foi também coordenadora da investigação do mega-processo “Casa Pia”, onde realizou entrevistas exclusivas às vítimas e a Carlos Silvino; tendo contribuindo para que a TVI durante dois anos tivesse avançado com notícias exclusivas que viriam a servir de prova em tribunal ( 2003/2005)

    Foi a única jornalista que conseguiu uma entrevista exclusiva com o principal investigador do processo, Inspetor Dias André ( Grande Reportagem “ Casa Pia, a Investigação” 2008)

    Foi também coordenadora durante um ano, da equipa que investigou o processo “Freeport”, tendo sido responsável pela obtenção e divulgação do DVD em que José Sócrates era acusado de corrupto ( 2009)

    Fez a primeira investigação a ser emitida num canal de televisão Portuguesa, sobre pedofilia internacional, com a reportagem “Inocência Perdida” (2001 TVI). Nessa reportagem entrevistou crianças que tinham sido resgatas de redes pedófilas

    Infiltrou-se numa rede de passaportes falsificados, ( Grande Reportagem “ A Rede”), que culminou com a maior apreensão de sempre da Polícia Judiciária de passaportes falsos,fabricados em Portugal. ( 2002)

    Fez a investigação do SIRESP, o Sistema Integrado das Redes de Emergência e Segurança de Portugal, “ Os Milhões do Sistema”, uma Grande Reportagem sobre um negócio que custou 500 milhões ao Estado, mas que deveria ter ficado por seis vezes menos. Na sequência desta investigação, o DCIAP , decidiu reabrir o processo que tinha sido arquivado (2008)

    Investigou durante mais de uma década, o desaparecimento em Lousada de Rui Pedro, tendo ajudado a que o caso chegasse a julgamento com condenação do único suspeito do rapto do menor. A primeira investigação sobre a criança “ Onde Estás Rui Pedro?” ( 2000), trouxe dados e testemunhas novas que não tinham sido ouvidas pela Polícia Judiciária.

    Durante essa investigação, deslocou-se a vários países ( Holanda, Suiça, Espanha, França), onde foram encontradas fotografias de redes pedófilas, identificadas pelos pais do menor e pela Polícia Judiciária, como podendo ser do rapaz desaparecido.

    Fez investigação sobre a morte de Ruben Cunha, a criança de 10 anos que morreu electrocutada em Lisboa. A investigação contribuiu para as condenações em tribunal que entretanto aconteceram ( 1997)

    Investigação sobre a Instituição “ SOL”, que apoia crianças com Sida ( 2000). Na sequência dessa investigação, descobriu-se que uma das crianças que vivia na Associação, nunca foi portadora do vírus da sida e nem tão pouco esteve para adopção. A criança acabou por ser retirada da Associação e entregue a uma família que a adoptou.

    Destacada para fazer cobertura da visita oficial do então Ministro Indonésio, Ali Alatas, a Itália, Roma ( 1996)

    OUTRAS REPORTAGENS/ INVESTIGAÇÕES QUE DESTACA NA TVI

    Autora da Investigação sobre o caso Rarissímas, uma Institutição de Solidariedade Social, que culminou com a demissão do Secretário de Estado da Saúde, Dr. Manuel Delgado. ( 2017)

    O cartel do Fogo”, Uma investigação sobre os negócios do fogo. ( 2017)

    Inimputáveis”, pela primeira vez uma estação de televisão filmou a única prisão Portuguesa que existe para inimputáveis. ( 2017)

    Love You Mom”, uma investigação sobre o negócio das adopções forçadas no Reino Unido, vencedora do Prémio de Jornalismo Unesco. ( 2016)

    Encruzilhada” , um retrato sem filtros, nunca visto na televisão Portuguesa, sobre as condições de vida dos elementos da PSP e GNR. ( 2016)

    1H e 35 Minutos”, Durante meses, a jornalista infiltrou-se em hospitais de Norte a Sul do país e mostrou a falta de condições e o caos nas urgências de 15 hospitais Portugueses. ( 2015)

    Dinheiros Públicos, Vícios Privados”, Uma Investigação sobre o grupo GPS, detentor do maior número de colégios privados em Portugal. Na sequência dessa investigação, a Polícia Judiciária iniciou uma das maiores investigações de sempre, com buscas que envolveram mais de 100 agentes na rua. ( 2013)

    Verdade Inconveniente”, Uma investigação sobre colégios privados financiados pelo Estado, que culminou com a abertura de uma investigação na Procuradoria Geral da República. Reportagem premiada com um dos mais prestigiantes prémios de Jornalismo em Portugal- O Prémio Gazeta -( 2013)

    Sem Rede”, Uma investigação sobre o estado atual do funcionamento do Siresp em todo o país. ( 2014)

    A Ferro e Fogo”, Uma investigação sobre a morte de 8 bombeiros no verão quente de 2013. ( 2014)

    Meninos Invisíveis”, Uma Grande Reportagem sobre crianças em risco. ( 2015)

    Um Olimpo Diferente”, A primeira Grande reportagem em televisão sobre os atletas paralímpicos. ( 2014)

    Condição Humana”, Levantamento a nível de todo o país sobre a rede de cuidados paliativos. ( 2012)

    REPÓRTER DE GUERRA

    Como repórter, cobriu diversos países em guerra ou conflito civil, nomeadamente:

    BÓSNIA (Rádio Comercial ( início da guerra 1992) e depois pela TVI, duas vezes em 1996 durante os Acordos de Dayton, onde permaneceu durante três meses);

    ISRAEL E TERRITÓRIOS PALESTINIANOS (Rádio Comercial 1992). Entrevistou em exclusivo líderes da Intifada e viveu durante um mês nos Territórios Palestinianos;

    TIMOR LESTE (2000 TVI, onde esteve durante um mês. Percorreu todo o território numa altura em que as milícias estavam activas);

    PAQUISTÃO E AFEGANISTÃO (2001 TVI, na sequência do 11 de Setembro. Esteve em reportagem em Quetta, berço dos taliban)

    Em todas as deslocações a cenários de guerra, foi a primeira escolha por parte dos diretores dos respetivos orgaõs de Comunicção Social

    HABILITAÇÕES LITERÁRIAS

    É licenciada em História pela Faculdade de Letras do Porto e tem o curso de Televisão do CENJOR.

    ACTIVIDADES ACADÉMICAS

    Em 2000, leccionou a cadeira de Jornalismo Televisivo, curso pioneiro de Jornalismo no IADE em Lisboa.

    Em 2003, leccionou a cadeira de Grande Reportagem e Investigação no Instituto Português de Estudos Superiores, em Lisboa.

    Lecciona actualmente as cadeiras de Jornalismo de Investigação Jornalística, Atelier de Televisão II e Seminário de Jornalismo IV, na Escola Superior de Comunicação Social de Lisboa.

    PARTICIPAÇÃO EM CONGRESSOS

    Conferencista convidada no colóquio sobre “A Mulher nos Países Árabes”, organizada pela Câmara Municipal de Santiago do Cacém (Maio de 2002)

    Conferencista convidada no colóquio “A Criança e a Televisão”, organizado pelo Instituto de Estudos da Criança-Universidade do Minho (Maio 2006)

    Conferencista convidada no Seminário sobre Jornalismo de Investigação (Maio de 2014 Feira do Livro de Vouzela)

    Participou na apresentação do livro “Um Repórter Inconveniente”, de Aurélio Cunha, tendo falado sobre Jornalismo de Investigação (Fevereiro de 2015)

    Participou no colóquio “Jornalismo Contra a Indiferença”, tendo sido oradora no painel “Limites da Liberdade de Expressão”, que decorreu na ESCS (Abril de 2015)

    Participou como oradora na Conferência “ Ética Jornalística para o Século XXI, Novos desafios, Velhos Problemas”, organizada pela Universidade Nova de Lisboa ( Outubro de 2017)

    PRÉMIOS DE JORNALISMO

    Foi distinguida pela AMI, com o prémio “Jornalismo Contra a Indiferença”, com a reportagem “Inocência em Perigo” (RTP 1998)

    Prémio de Jornalismo ACAP / DGV, com a reportagem “Eu não quis ficar assim” (TVI 2002)

    Prémio de Jornalismo Família / Serviço Público, com a reportagem “Daniel, o Guardador de Vacas” (TVI 2002)

    Prémio de Jornalismo Animarte, destacada pelas reportagens efetuadas em cenários de guerra (2003)

    Prémio de Jornalismo “Rede Exequo”, com a reportagem “Por Vergonha de Amar” (TVI 2011)

    Prémio de Jornalismo Dignitas, com a reportagem “Asas de Ferro” (TVI 2011)

    Prémio de Jornalismo “Saúde Mental”, Menção Honrosa, com a reportagem “Às Vezes Sou Eu” (TVI 2011)

    Prémio de Jornalismo “Família”, da Segurança Social, com a reportagem “Por Vergonha de Amar” (TVI 2011)

    Prémio de Jornalismo na área da Dor, com a reportagem “Condição Humana” (TVI 2012)

    Prémio de Jornalismo Dignitas, com a reportagem “Despertares” (TVI 2013)

    Prémio de Jornalismo Gazeta, com a reportagem “Verdade Inconveniente” (TVI 2013)

    Nomeada para o Prémio de Jornalismo Direitos Humanos e Integração da Unesco, com a reportagem “ Despertares” (2014)

    Prémio de Jornalismo Direitos Humanos e Integração da Unesco, Menção Honrosa, com a reportagem “Despertares” (TVI 2014)

    Prémio de Jornalismo Dignitas, com a reportagem “Um Olimpo Diferente” (TVI 2014)

    Nomeada para Prémios de Televisão TV 7 DIAS, VI Troféus, na categoria de Melhor Jornalista/ Repórter (2015)

    Prémio de Jornalismo João Cordeiro da ANF, com a reportagem “ Até Voares” ( TVI 2015)

    Nomeada para Prémios de Televisão TV 7 DIAS, VII Troféus, na categoria de Melhor Reportagem com a Grande Reportagem “ Até Voares” ( 2016 )

    Vencedora dos VII Troféus Televisão TV 7 DIAS, na Categoria de Melhor Jornalista/ Repórter (2016)

    Nomeada para o Prémio de Jornalismo Direitos Humanos e Integração da Unesco, com as reportagens “ Até Voares” e “ O Mister” ( 2016)

    Vencedora do Primeiro Prémio de Jornalismo Direitos Humanos e Integração da Unesco, com a reportagem “ Até Voares” (2016)

    Prémio de Jornalismo Direitos Humanos, Igualdade e Desenvolvimento “ Corações com Coroa”, Menção Honrosa, com a reportagem “ O Mister” ( 2016)

    Nomeada para o Prémio de Melhor Jornalista/ Repórter ( 2017) VIII Troféus Televisão TV 7 DIAS

    Vencedora do Prémio de Melhor Jornalista/ Repórter ( 2017) VIII Troféus Televisão TV 7 Dias

    Nomeada para o Prémio de Jornalismo Direitos Humanos e Integração da Unesco, com a reportagem “ Love You Mom” ( 2017)

    Vencedora do Prémio de Jornalismo Direitos Humanos e Integração da Unesco, com a reportagem “ Love You Mom” ( 2017)

    Distinguida pela Câmara Municipal do Bombarral “ Mulher Mais”, na categoria de Comunicação Social” ( Março 2018)

    Distinguida na II Edição da Gala das Mulheres Empreendedoras Europa e áfrica, na categoria de Comunicação Social ( Abril de 2018)

    Distinguida na Gala Antena Livre e Jornal de Abrantes, categoria Galardão Jornalismo Nacional ( Abril 2018)

    Distinguida com Menção Honrosa, Prémio AMI ( Maio 2018), Jornalismo Contra a Indiferença, com a reportagem “ Inimputáveis”

    Nomeada como melhor Jornalista/ Repórter e melhor Reportagem/ Documentário “ Rarissímas” ( 2018) IX Gala Troféus Televisão TV 7 DIAS

    Vencedora do prémio Melhor Jornalista, na IX Gala Troféus tElevisão TV 7 DIAS ( 2018)

    Nomeada para o Prémio de Jornalismo da Unesco, Direitos Humanos, com a reportagem “ Inimputáveis” ( 2018)

    CINEMA

    Realizou o seu primeiro Documentário Cinematográfico, “ Até Voares” ( 2016), financiado pela ANF

    PUBLICAÇÕES

    Em 2002, coordenou o livro “Vidas e Estórias…Estórias e Vidas”, editado pela AMBAR, cujas vendas reverteram a favor da “Acreditar”, Associação de Pais e Amigos com Cancro.